Veterinário com cão

Cirurgias Veterinárias - Orientações para Proprietários de Pacientes Cirúrgicos

    Os proprietários dos pacientes devem seguir algumas recomendações para garantir a segurança do procedimento cirúrgico. Veja as recomendações a seguir e saiba como colaborar para aumentar a segurança em procedimentos pré-cirúrgicos e evitar a ocorrência de infecção pós-operatória.

Antes da Cirurgia

 

   Para que a cirurgia possa ser preparada corretamente, nossa equipe médica solicita aos proprietários e acompanhantes para observação no correto horário previamente agendado.

O paciente será encaminhado ao Centro Cirúrgico cerca de 40 minutos antes do procedimento agendado. Quando o paciente possuir idade acima de 06 anos ou ser braquiocefálico, o encaminhamento só será feito após a chegada do médico anestesista.

É importante que os termos de consentimento para a realização da cirurgia e da anestesia estejam devidamente preenchidos e assinados.

Cirurgias que envolvam lateralidade, ou seja, órgãos duplos, como braços, pernas, rins, pulmões, entre outros, deverão ser autorizadas pelo médico veterinário que o atendeu, antes de ser encaminhado ao Centro Cirúrgico.

Etapas de Atendimento

 

       Os pacientes que passam por cirurgia recebem atendimento em três etapas:

Indução anestésica (Anestesia Inalatória) – Nesta etapa, conduzida pelo médico anestesiologista e equipe, o paciente é monitorado para controle do traçado cardíaco, frequência cardíaca, pressão arterial, oxigenação sanguínea e nível de anestesia. Uma vez anestesiado, o paciente recebe as proteções necessárias, de acordo com a cirurgia a ser realizada.

Período intraoperatório – A cirurgia propriamente dita, começa no momento em que o cirurgião veterinário inicia a incisão e vai até o seu fechamento. Da sala de cirurgia, o paciente poderá ser encaminhado para a Recuperação Anestésica, para o setor de internação, ou serem liberados após avaliação do Médico Veterinário.

Recuperação Anestésica – O paciente conta com a alta tecnologia de monitoramento, sob observação e cuidados constantes da equipe veterinária e do médico veterinário anestesiologista, até a plena recuperação da consciência e da estabilidade clínica. O período de permanência na internação ou sua alta medica varia de acordo com a complexidade da cirurgia.

Orientações para Proprietários dos Pacientes

 

  • Higiene do paciente – Se possível deve-se higienizar seu pet 24 horas antes da cirurgia para minimizar riscos de infecções e auxiliar na cicatrização.

  • Depilação – Não depile o local a ser operado antes da cirurgia. A retirada dos pelos será realizada no centro cirúrgico com tricotomizador elétrico.

  • Exames laboratoriais – O médico veterinário ira solicitar exames antes da cirurgia tais com perfis pré-operatórios e outros caso seja necessário.

  • Preparação – Seu pet deverá permanecer em jejum hídrico e alimentar por cerca de 12 horas anteriores ao horário da cirurgia.

  • Infecções prévias – Comunique ao médico veterinário, antes da cirurgia, se seu pet estiver com alguma infecção ou comportamento estranho. Nesses casos, se possível, é melhor postergar a cirurgia para evitar que haja risco de infecção pós-operatória.

  • Curativo – Mantenha o curativo da ferida cirúrgica limpo e seco, seguindo a recomendação do seu veterinário.

  • Sintomas de infecção – Comunique ao médico veterinário caso apresente qualquer sinal de infecção, como febre, mudanças de comportamentos, agressividade, apatias ou quando a ferida apresentar vermelhidão, calor local ou secreção.

  • Durante a cirurgia – Você pode aguardar na sala de espera ou deixa-lo na internação que logo avisaremos quando o paciente recuperar seu nível de consciência.

  • Contatos – Deixe sempre um telefone para que a equipe assistente possa entrar em contato.

  • Informações dos médicos veterinários – Ocasionalmente, após o término do procedimento, o cirurgião veterinário pode solicitar a presença dos familiares ou acompanhantes na sala de internação, para informá-los da cirurgia e orientá-los quanto ao pós-operatório.

  • Recuperação Anestésica – Os Pacientes que receberem alta médica serão liberados após avaliação e recuperação total.